ESTRADAS NA VARANDA

 

 
Caipirinha de Vodka

Sintonize seu rádio em uma estação que, de vez em quando, toca boa música. Se tiver sorte, vai ouvir algo do Nirvana, dos Beatles, do Pearl Jam, do Yes ou até do Zeppelin.

Com música errada, o gosto não fica tão gostoso. Fique atento a este detalhe.

A caipirinha combina melhor com um rádio. Se não tiver, cante qualquer canção. Se tem que ser outra coisa, prefira blues.

Lave alguns limões taiti ou galego. Escolha os mais macios. Sinta a textura macia.

Tire a base do talo. que lembra um tipo de fecho de uma langerri. Sinta o cheiro delicioso e aprecie a cor maravilhosa. Perceba as variações de tons dos verdes e dos amarelos.Sem variações nos tons de suas cores, os limões são, como as pessoas, monótonos.

Despreze, também, os que têm casca enrugada, já que a qualidade e a quantidade de suco são absolutamente proporcionais à maciez da pele.

A pele macia e delicada geralmente abriga um ser macio e delicado. No caso dos limões em pauta isto é sempre verdade. No caso de pessoas, quase nunca.

Metade dos limões deve ser descascada grosseiramente, deixando um ou outro naco de casca. Se toda a casca for retirada, o limão fica feio, fica sem personalidade.

As imperfeições são essenciais para nossa percepção do belo.

Corte os limões, com e sem casca, em pedaços irregulares sem capricho. Reserve seus caprichos para as coisas que realmente sejam importates.Vá tirando o que puder do talo branco do miolo, pois é ele que dá um gosto muito amargo à caipira ao ser batido ou amassado. Toda a parte branca da casca também ajuda no gosto amargo, mas esta a gente não retira. Ninguém quer saber de uma caipira que não tenha um certo sabor amargo.

Retire as semente, pelo mesmo motivo do talo do miolo, deixando-as de lado para mais tarde ou no mesmo dia, dependendo do tipo de lugar em que você está, jogá-las em algum lugar aonde possam germinar.

No copo de um liquidificador, coloque os limões, gelo e açucar. As quantidades dependem de quanta bebida você deseja fazer. A correta proporção de cada ingrediente a gente aprende errando várias vezes, como faz o criador do universo. De um modo geral, a quantidade de açucar é o mais difícil de acertar. Uma caipirinha muito doce é uma droga. Uma pessoa muito doce também é.

Coloque um pouco de água gelada, só um pouquinho, para ajudar o processo de trituração, assim as lâminas e o motor não sofrerão tanto. Tampe o copo, ligue o aparelho por uns segundos, só prá começar a triturar. Ponha a vodka e bata até triturar bem os limões e o gelo. Seja rápido para que o barulho não atrapalhe a música.

Use vodka barata. As caras são ótimas para beber pura durante uma conversa com uma linda mulher, por exemplo, mas prá fazer caipira, são um desastre.

Bata os ingredientes até o líquido ficar bem espumante. Passe por um coador grande de malha média, para que alguns pedacinhos de limão consigam passar pelo coador. Com uma colher grande, vá revirando o bagaço e escorra bem o líquido. Despeje um pouco mais de vodka sobre o bagaço e revire um pouco mais, sem pressa. Imagine amantes revirando-se. Sem pressa.

Jogue o bagaço em uma folha de jornal velho, dobrada.Olhe para uma ou outra ilustração, de modo bem distraído. Embrulhe o bagaço e jogue no lixo. Enxague o coador, faca, tábua,e tudo mais que tiver usado, deixando no escorredor de louças.

Para abrigar o líquido coado, use um recipiente de vidro, alumínio ou inox. Os recipientes com camada anti aderente não combinam com a bela cor da caipirinha. Os de cerâmica coloridos também são ótimos.

A bebida coada deve ser colocada novamente no copo do liquidificador, com mais uns cubos de gelo. Bata tudo até triturar ou até dissolver bem o gelo.

Enxague os recipientes e o copo logo que desocupá-los, garantindo assim o efeito afrodisíaco da caipira.

Para servir, use copos altos, amplos e fartos. Em cada copo, coloque na borda uma fatia de limão cortada além do centro, para ficar bem firme.Ponha dois ou três cubos de gelo no copo, assim como um canudinho largo, cortado dois dedos acima do limite do copo. Os canudinhos ideais são aqueles com listras coloridas e dobráveis.Derrame a bebida suavemente. Isso não altera nada da qualidade do seu trabalho. É só um charminho.

Guarde o liquidificador, enrolando cuidadosamente o fio. Limpe tudo à sua volta. Prepare copos em número menor do que o número de pessoas que vão beber, porque a caipirinha é mais gostosa quando compartilhada. Ela é pura sensualidade.

Beba sua porção com calma, durante um bom bate papo, com muitas ou poucas pessoas, mas sempre com excelente trilha sonora.


 
  VOLTAR